Uma grande perda

Aos membros do CCM e amantes do cinema, uma grande perda

Saiu no jornal "O Estado de São Paulo" nota sobre o falecimento de Emilio Pedutti Filho, dia 21 deste mês (setembro/2010), em Botucatu, aos 78 anos de idade. Além de ter uma rede de cinemas levando cultura por todo o interior do Estado, o Sr Pedutti sempre colaborou com o CCM, deixando, já no projeto do antigo Cine Pedutti, na Rua 4 de Abril, salas superiores destinadas ao nosso cineclube. Foi lá que funcionou durante muito tempo o CCM, sob a direção de Benedito André e Roberto Cimino. Como parte das comemorações pelo aniversário do nosso Clube, vamos recolocar, na sala de projeção, a placa que dava nome a ela: "Sala Emílio Pedutti Filho". Para isso contactamos a família Pedutti em Botucatu para que mande um representante, que teremos muita honra em receber e homenagear.
Abraços
Dr. Altino Therezo

&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&



Sr. Pedutti foi um homem de bem. Era empresário (foi dono da Empresa Teatral Peduti, atuante no segmento cinematográfico na época áurea do cinema, com salas de exibição em todo o interior de SP, MT e MS). Era agropecuarista. Foi vice-presidente do BANESPA - Banco do Estado de São Paulo, na década de 70, por duas gestões. Emílio Pedutti Filho foi ex-dirigente da Associação Paulista de Municípios, pré candidato a vice-governador, ao lado de Laudo Natel, no final dos anos 1960, porém desistiu antes de registrar a candidatura. Naquela época eram os deputados estaduais que elegiam os governadores. A representação política era limitada a apenas dois partidos permitidos pelos governantes militares: MDB - Movimento Democrático Brasileiro, de oposição e Arena - Aliança Renovadora Nacional, governista. Os deputados votavam e o governo central entronava no período de regência.
..........................................................................

Empreendedor, nos anos 1970 e 1980, quando as indústrias dos clãs familiares italianos e outras começaram a sentir o peso da inflação, logrou, usando o prestígio conquistado junto ao Banespa, atrair a Botucatu indústrias como a Staroup, a fábrica de ônibus Caio, a extinta Usina Costa Pinto que fazia produtos da marca Peixe, entre outras.

...........................................................................

A história de Martinópolis exemplifica os fatos ocorridos em outras cidades com relação à história do cinema. Naquela localidade o primeiro cinema nasceu em fins da década de 30 com 380 lugares. Em 1958 a Empresa Teatral Pedutti, do dr. Emílio arrendou este cinema, nele realizando uma série de melhorias nas poltronas, no som e com instalação de tela cinemascope. Daí o cinema passou a chamar-se Cine São Benedito e durou até maio de 1978. No local, os frequentadores costumavam assistir comédias e aventuras. Os ídolos da época eram José Vasconcelos, Mazzaropi, Teixeirinha e Meire Terezinha, Grande Otelo, os astros da Jovem Guarda por causa de seus filmes, e, por último, nos anos 70, a pornochanchada, cujas estrelas eram Vera Fischer, Aldine Müller, Marlene França, Adriana Prieto, Darlene Glória, Sandra Barsotti, Dercy Gonçalves, e entre os galãs, David Cardoso e John Herbert. www.camarapprudente.sp.gov.br/historia/hist_oeste/cidades/martinopolis/lazer.html

Era uma pessoa simples, de fácil trato, respeitado por todos, inclusive adversários políticos que ganhou quando disputou eleições para prefeito, em 1988, saindo do pleito com 20% dos votos. Vide: doentrelinhas.blogspot.com
Morava em uma de suas fazendas em Botucatu. A cidade decretou luto oficial de três dias pelo falecimento. A cultura lhe será eternamente grata.
(elisilvéria)

1 Response to "Uma grande perda"

  1. Antonio Ricardo Soriano says:
    30 de setembro de 2010 09:36

    Bom dia!
    Eli
    Gostaria de publicar o texto sobre o Sr. Peduti em meu blog. Preciso de sua autorização. Coloco os créditos do autor do texto e do site.
    Gostaria, também, de propor uma parceria de divulgação. Não sei de caberia no layout do CCM o logotipo do meu blog. Caso seja do interesse de vocês eu divulgo no meu blog o logotipo do CCM, igual a parceria que tenho com o Cinema Municipal de Assis. Fico aguardando uma resposta.
    Por favor, responda para o meu e-mail:
    aricardorock@hotmail.com

Postar um comentário